Manual do Clitóris – Use-o bem!

Manual sobre o clitóris para ele ler e aprender a fazer sexo oral de primeira!

Se o seu amado anda com dificuldades em levá-la às nuvens, os seus problemas acabaram. O mestre em sexo oral Ian Kerner (famoso expert americano) vai resolver as maiores dúvidas masculinas sobre o nosso principal centro de prazer: o clitóris. Depois do seu homem ler esta reportagem, você vai ouvir os sinos tocar! Hoje, amanhã e sempre!

Caro amigo, se você é daqueles que sabe mais sobre o que há sob o capot de um carro do que dentro das cuequinhas da sua mulher, é melhor ler as linhas abaixo o quanto antes.

Ainda mais se, como Carlos, de 27 anos, acredita que não há diferença entre o clitóris e a vagina. O delicado e poderoso ponto C ainda não caiu na boca do povo masculino – mas devia! Há muito mais gemidos e arrepios de tesão nesse pequeno órgão do que você imagina. Como sabemos que os homens têm milhares de perguntas a esse respeito, pedimos a 3 200 leitores da VIP, Men’s Health e Playboy que enviassem as mais urgentes. E quem vai respondê-las é o americano Ian Kerner, Ph.D. em sexologia. Uma coisa podemos garantir: colocar todos esses novos conhecimentos em prática vai ser um enooorme prazer.

Qual é o momento certo para tocar o clitóris?

Nunca, (mas nunca mesmo!) é pondo a sua mão cheia de dedos nele logo de caras.

 Esse órgão supersensível possui uma complexa rede de terminações nervosas. “Por isso, se tocado da forma ou na hora erradas, provoca um desconforto capaz de esfriar qualquer clima”, avisa o sexólogo Ian Kerner. Não é à toa que esse gerador de prazer feminino vem protegido pela glande, uma espécie de capa que abriga a pequena saliência acima da vulva dos toques mais afoitos. É melhor reservar os carinhos fortes para quando a mulher estiver bem excitada. “A região vai ficando mais resistente à pressão e à fricção à medida que é estimulada.”

Saiba que o clitóris, assim como o pénis, endurece com os preliminares: beijos ardentes, carinho nos seios (mesmo por cima da roupa), faz com que vá ficando quente. E é nesse momento que ele fica louquinho por contacto. Apesar de grande parte da erecção ser interna, é possível perceber algumas mudanças no exterior. “A cabeça incha, parecendo uma ervilha ou um micropénis”, diz o especialista. Dá inclusivamente para usar o botão mágico como um termómetro da satisfação: quando a mulher está com tesão, ele enche-se de sangue. Portanto, se estiver intumescido e avermelhado, é sinal de que as suas carícias estão a agradar. Trata-se de um indicador mais confiável do que a lubrificação feminina – porque esta pode ocorrer sem haver estímulo sexual. “As secreções são uma maneira de manter a vagina livre de bactérias. Elas não significam necessariamente que a mulher está louca para ter sexo”, alerta Ian.

Ele garante o orgasmo mais poderoso?

Sim. O clitóris contém cerca de 8 mil terminações nervosas, mais estruturas fibrosas do que qualquer parte do corpo humano (feminino ou masculino) e interage com outros 15 mil nervos que irrigam a pélvis.

É preciso dizer mais? “Os preliminares são o início do incêndio. No entanto, é no clitóris que o fogo levanta labaredas, acredite.” O sexólogo Ian Kerner conta que, activado, o órgão envia ao cérebro uma mensagem para irrigar a região. “Quando estimulado ao limite, faz com que as paredes vaginais se contraiam para expulsar uma parte do sangue. É nessa altura que acontece o orgasmo.”

Ponto G e Ponto C são a mesma coisa? Aliás, o que é o Ponto C?

Calma, eles são os mesmos. O ponto G, a raiz do clitóris, integra a mesma rede de prazer, só que se localiza internamente. A boa notícia é que ele pode fazer muuuito por si. A sua namorada ficará tão extasiada e agradecida se o estimular, que não medirá esforços para retribuir o prazer!

Como alcançá-lo? A melhor posição é a canzana/cachorrinho. “Assim, o pénis atinge o ponto G, que fica na parede superior da vagina, a mais ou menos 4 centímetros da entrada”, indica o sexólogo Ian Kerner. Também dá para tocá-lo com a masturbação, penetrando-a com os dedos indicador e médio curvados para cima, como se estivesse chamando alguém, ao mesmo tempo que acaricia o clitóris com a língua. Acredite: ela vai uivar de desejo.

A minha namorada só chega ao orgasmo com a penetração se estimulo o botão do amor ao mesmo tempo. É normal?

Sim. “Eu também acreditava que a ‘maneira certa’ de um casal chegar ao orgasmo era com a penetração. Mas descobri que essa prática não era inferior. Aliás, em muitos casos era superior, porque várias mulheres só chegam lá recebendo estimulação clitoriana persistente e rítmica”, diz o expert em sexo oral Ian Kerner.

O clitóris é tão sensível como os testículos?

“O grau de sensibilidade não chega a ser igual ao dos testículos, mas é parecido com o do pénis”, esclarece o especialista em sexo oral Ian Kerner. O órgão feminino é similar, biologicamente falando, ao membro sexual masculino.

“Os dois são feitos do mesmo tecido eréctil”, explica Ian Kerner. E as semelhanças não acabam aí. A mulher também tem glande, que protege a parte externa do clitóris. E, embora seja bem menor que a sua, possui o quádruplo de nervos – ou seja, origina sensações quatro vezes mais intensas!

Como estimular o botão do prazer para levar a minha namorada às nuvens?

Usando o ouvido. É isso mesmo. “A regra de ouro para satisfazer uma mulher é ouvi-la”, garante o sexólogo. “Encare as preliminares como uma dança em que ela conduz os movimentos.” Como? Deixando a sua menina à vontade, principalmente se ela for tímida. Vale criar um clima à meia-luz, fazer perguntas entre sussurros e até sugerir que ela seja a professora e guie a sua mão lá em baixo. De qualquer forma, ser delicado nunca é demais. “Não precisa ter medo de se encostar ao clitóris, mas seja gentil. Quando perceber que a sua mulher está bem excitada, os beijos mais fortes serão permitidos”, ensina Ian.

Aqui vai um mini guia para garantir a excitação máxima:

Primeiro, use três dedos (o indicador, médio e anelar) para pressionar a superfície do botão mágico e acariciá-lo em círculos. Na hora de começar a exploração, eleja o indicador ou o médio para tocar os grandes e os pequenos lábios. Acaricie a parte interna das coxas, percorra a entrada da vagina – sem entrar. Então, de novo, estimule o ponto C com movimentos circulares. Desça o dedo para a entrada da vagina e movimente-o como se estivesse a fazendo festinhas entre os olhos de um gato. O sexo oral também vai fazê-la ouvir os sinos. O ideal é que ela esteja deitada de costas, com as pernas separadas. Corra os dedos pela púbis, chupe os lábios vaginais sem usar a língua. Depois do toque inicial, dê as primeiras lambidelas no clitóris, longas e duradouras, como se ele fosse um gelado. Sinta a sua língua percorrendo a vulva e… interrompa os movimentos. É o jogo do provoca-e-pára. Cada ciclo de estímulos deve durar aproximadamente dez segundos, repetidos durante três minutos.

Só então lhe dê o que ela pede: pressione levemente a ponta da língua sobre a cabeça do clitóris, como se fosse uma onda banhando-a. Continue por cinco segundos. Falando agora na “zona sul”, carícias no períneo, espaço situado entre o final da vagina e o ânus, e nos pequenos lábios também são óptimos meios de deixar a namorada a querer mais – e você feliz da vida. “A área enche-se de sangue quando é estimulada, o que aumenta o contacto contra o pénis no momento da penetração. A consequência disso é que a abertura vaginal fica mais estreita, potencializando a excitação masculina.”

Qual a melhor posição para intensificar o orgasmo com a ajuda do ponto C?

Duas posições atingem esse objectivo: mulher por cima e missionário. “Quando a menina estiver no controle, mova os quadris para cima, pressionando o seu osso púbico, bem na base do pénis, contra o clitóris. Então, o movimento dela naturalmente estimulará o órgão, sem que você tenha trabalho algum”, instrui o sexólogo Ian Kerner.

Se a opção for deixar a moça por baixo, tente penetrá-la de um ângulo mais alto, subindo o corpo para que a base do membro, novamente, toque a pérola mágica. “Essa variação permite a penetração profunda. É importante focar-se na pressão, e não na velocidade do vaivém.”

Também vale estimular o ponto C com a mão enquanto a penetra na posição canzana ou até na de colherzinha. Em tempo: se estiver cheio de amor para dar e quiser partir para um segundo round, é melhor esperar uns cinco ou dez minutos. “As mulheres precisam de mais tempo para que a zona genital volte ao normal. Nesse meio-tempo, retome outros carinhos, como beijos e abraços. Só não toque no clitóris, que estará muito sensível.”

Muitas mulheres curtem vibradores. Quanto maiores, mais excitam?

Os vibradores proporcionam prazer por trepidarem de forma rítmica e constante – e não por causa do tamanho, como você poderia imaginar. “É a vibração que estimula as terminações nervosas”, garante o sexólogo. No entanto, vale o mesmo conselho da carícia manual: tire partido desse brinquedo erótico nos preliminares, mas comece aos poucos, com intensidade leve, e só vá aumentando à medida que o ponto C esteja preparado. Caso contrário, o prazer tornar-se-á irritação.

Na altura de escolher o modelo, procure o que reúnea mais benefícios. “Os melhores são os multifuncionais, como o Rabbit, um dos mais populares nos Estados Unidos. Ele tem uma pequena curva para cima que atinge o ponto G e um segundo eixo com um pequeno coelho, que estimula o clitóris”.

Por fim:

3 factos sobre o clitóris que cem por cento dos homens precisam de saber

1. Todo o clímax começa no clítoris – Este órgão é o epicentro da diversão feminina, uma poderosa bomba atómica de prazer na qual nenhuma sensação passa despercebida.

2. Tamanho não é documento – O clitóris mede até 9 centímetros. “Porém, como um iceberg, uma boa parte não pode ser vista, pois está dentro do corpo”, explica o sexólogo Ian Kerner. A parte exposta varia de meio a 5 centímetros. Grande ou pequeno, proporciona a mesma satisfação. Isto porque o número de terminações nervosas se mantém – cerca de 8 mil!

3. O seu orgasmo também depende dele – Quando intumescido, o clitóris ajuda a formar um arco na entrada da vagina, que aumenta a pressão contra o pénis. Ouviu? Estimulá-lo é bom para si também!

Timing Sexual – Porque o prazer não é simultâneo?

timming-sexual

TIMING SEXUAL


Escrito por Sergio Savian*

 

São muitas as mulheres que reclamam da velocidade dos seus parceiros sexuais. E muitas vezes a falta de sintonia é tamanha que no final das contas, ou melhor, do ato, é comum que elas se sintam bastante insatisfeitas.
Os homens, principalmente os mais jovens, excitam-se mais rápido que as mulheres porque a sua natureza funciona dessa forma, diferente delas, que naturalmente levam mais tempo para se estimular. Para os homens que buscam a sintonia com as suas parceiras é importante que compreendam esta diferença dos tempos e aprendam a segurar a sua ansiedade para consumar o sexo.

No mundo animal os machos costumam ser bastante rápidos na penetração e na ejaculação e nós, homens, somos naturalmente bem parecidos com isso. Mas, se quisermos ter um sexo que vai além do nosso instinto animal de procriação, com a possibilidade do prazer, é importante que saibamos controlar este ímpeto, fazendo um sexo mais prolongado. E isso só se aprende na prática.

Uma dica fundamental para que o homem faça esse controle da ansiedade é prestar atenção na respiração e nos movimentos do corpo. Respirando de forma ofegante, com movimentos corporais afoitos, chega-se logo ao orgasmo. Mas se você respirar profundamente e usar mais a sensibilidade, focando nos cinco sentidos (paladar, olfato, audição, tato e visão), torna-se mais fácil estender o sexo por mais tempo.

Os homens costumam ser mais objetivos que as mulheres, não só no sexo, mas na maior parte da vida. Se o casal quer realmente uma sintonia mais fina, é importante que o homem se torne mais subjetivo, prestando mais atenção em cada passo do encontro, e a mulher se torne um pouco mais objetiva, indo à luta na busca do seu prazer.

De toda forma o diálogo entre os dois tem que ser bem aberto e transparente. Muitos acham difícil falar sobre o sexo. Mas ninguém é obrigado a adivinhar o que é bom ou ruim para o outro. Se você não fala, explicitando as suas preferências, é difícil conseguir a sintonia que quer. Por isso, deixe a vergonha de lado e comece a expressar o que você sente.
São muitas as diferenças que podem influenciar o descompasso do casal. Uma delas é a diferença de temperamentos. Tem pessoas que são naturalmente mais ardentes e outras, mais suaves. Neste sentido é importante que se busque o caminho do meio. Aliás um bom sexo consegue equilibrar o firme e o suave, intercalando-os no encontro dos corpos. Quando você aperta o(a) seu(sua) companheiro(a) e move a pélvis, cria energia libidinal, mas para que essa mesma energia possa circular por todo o corpo é importante que você crie momentos suaves. Por isso saiba intercalar o toque mais firme e sem vergonha com a delicadeza e o romantismo do contato.

As preliminares são importantes para que se consiga empatia entre os dois. E isso acontece mais facilmente quando você começa devagar, aquecendo o envolvimento pouco a pouco até pegar fogo. Um abraço bem demorado pode ser um bom começo. Ou, que tal uma boa massagem relaxante? Cuide da música de fundo. Você pode criar uma boa trilha sonora que vai dar um clima parecido com um filme.

Uma coisa é você desejar a outra pessoa, outra é vocês sincronizarem os seus desejos. E se souberem fazer isso com arte, equilibrando o vigor com a brandura, poderão permanecer por muito tempo num belo patamar de orgasmo, desfrutando juntos e por muito mais tempo do encontro.

* Sergio Savian é terapeuta e autor dos livros “Sexo: exercícios para o êxtase sexual” e “Que delícia: paquera e sexo de qualidade”, da Editora Gente. Conheça o seu site http://www.mudancadehabito.com.br

Strip Tease – Deixe-o Louco!

Algumas dicas para iniciantes:

Já reparou no quanto é bela? Já sentiu o quanto é sensual? Caso ainda não, esse é o seu primeiro passo para realizar um Strip

Tenha a certeza de que é deliciosa, poderosa, enfim ame-se por inteiro! E fique atenta, pois já existem muitas mulheres que sabem fazer, e a maioria dos homens adoram! Mesmo os que ainda não tiveram a oportunidade de ver, têm uma enorme curiosidade.

Surpreenda o seu amor, além de ele adorar, você irá receber um enorme prémio, adivinhe qual?

 Então… não perca tempo! Aproveite as dicas abaixo e mãos à obra!

Curta, sinta e aprecie o seu corpo por inteiro, você é linda! Acredite no seu poder de sedução.

No seu primeiro Strip escolha uma roupa fácil de tirar, pode ser apenas uma camisa dele com uma maravilhosa lingerie por baixo, uma camisola ou blusa,  saia, uma meia 7/8 , use sempre salto alto, cuidado com os acessórios, porque  podem enroscar-se na roupa.

Escolha um ambiente aconchegante. Para a primeira vez aconselho sempre um motel, além de ser tranquilo também mexe com a libido, ainda antes da acção. Se ambos gostarem coloque  incenso ou velas aromatizadas.

Pouca iluminação, música sensual, desde que os dois gostem, e claro, um ritmo que você acompanhe. Fica uma dica: antes oiça várias vezes a música que escolher, porque assim acaba por memorizar o tempo e as batidas, e vai sentir-se mais segura.

Mantenha o quadril em movimento, serpenteando-o quase o tempo todo, do inicio até o fim do Strip. Um olhar sensual, todo o seu charme e poder de sedução, e com certeza vai deixá-lo louco de desejo. O olhar é muito importante, pois através dele você também consegue transmitir o quanto está a desejar o seu parceiro.

Agora o momento especial de tirar cada peça. Tire com movimentos lentos, e sempre a olhar para ele, nunca olhe para a roupa.

Se for desabotoar uma blusa, ou descer um fecho-éclair, de preferência deixe-o ver o que está a fazer, se quiser pode atirar-lhe alguma peça, ex: uma meia, luva, coisas leves, a cuequinha deixe por último, caso queira deixe que seja ele a tirar, essa pode ser uma estratégia para terminar o seu Strip. Daí para frente é com vocês. Aproveitem ao máximo este momento.

O que acham os homens?

A maioria dos homens adora qualquer coisa que a mulher prepare para ele, desde um prato delicioso, até aquelas brincadeirazinhas sexuais bem apimentadas. E quanto ao Strip-Tease?

Acabei por descobrir que mesmo nos tempos de hoje ainda existem homens que não acreditam que a sua companheira consiga fazer um strip-tease, que isso acontece somente em casas de shows. Porém, quando ganham um presente desses, cada um tem uma reacção específica. Uns ficam nervosos pelo facto de nunca terem imaginado que iam receber uma surpresa dessas, outros ficam hipnotizados, alguns ficam assustados com todo esse poder de sedução da sua amada, mas praticamente todos adoram.

“Se existir algum que não goste, pode ser que ele tenha medo de descobrir o grande potencial da sua mulher. Provavelmente ele é inseguro e não sabe aproveitar o que é bom.”

Segundo pesquisas, a grande maioria dos homens que ainda não recebeu uma surpresa dessas, sonha que isso aconteça. Alguns deles disseram que pedem para a mulher fazer, mas as reacções delas são mais ou menos assim; Sorri e diz que um dia vai fazer e esse dia nunca chega. Algumas dizem que não sabem, outras têm vergonha. O homem é muito mais visual que a mulher, e o Strip mexe muito com eles deixando-os excitados: eles realmente adoram!

Qual a música ideal para o Strip-Tease?

Não existe uma música ideal para o Strip-Tease, existem muitas músicas boas, com ritmos diferentes que podem ser utilizadas.

Então, como escolher a música?

Depende da mulher, do seu ritmo. Há mulheres que fazem um strip-tease lento, sinuoso e subtil, sem muito balanço ou requebro. Para essas, uma música lenta cai bem. Outras mulheres preferem movimentar-se com um pouco mais de ritmo, porém lento e outras ainda, principalmente as que tem maior domínio dos movimentos do corpo, ou que já fizeram cursos de dança, preferem um strip mais rápido, mais movimentado, ou até mais coreografado. Para essas, a música mais rápida combina bem.

Ensaie

O ideal é você seleccionar algumas músicas de que goste, que ache serem compatíveis com o seu tipo de movimento, e ensaiá-las. Assim você irá perceber se aquela música está a “cair” bem com os seus movimentos ou não. O ensaio também ensina o seu corpo a “memorizar” a música, o que ajudará muito na sincronização do seu show.

sensual2

Sugestões

Abaixo vão algumas sugestões de músicas:

Título

Autor

You Can Leave Your Hat On

Joe Coocker

Holliday

Madonna

Into the Groove

Madonna

Human Nature

Era

Crazy for You

Madonna

Vogue

Madonna

Heroin

U2 & Sinead O’Connor

Going Home

Kenny G,

Justify My Love

Madonna

Nothing Compares 2 U

Sinead O’Connor

Glory Box

Portishead

Like a Player

Madonna

Dilemma

Madonna

Open Your Heart

Madonna

Can’t Get You Out Of My Head

Madonna

Rhythms is a dancer – Snap

(clássico do strip)

Santana e Robert Thomas

Smooth

Thouch & Go

Straight to number one (versão lenta)

Santana e Michele Branth

The Game of Love

Mama

Phil Collins

In the air tonight

Phil Collins

Say it Right

Nelly Furtado

Touch my Body

Mariah Carey

Gregorian Eden – Enigma remix

Sarah Brightman

Ja Pense à Toi

Saya

Fallin

Alicia Keys

Ménage à trois – Quer experimentar?

Você já pensou num ménage à trois?

 
 
 

Todas as pessoas têm fantasias sexuais, mas poucas são as que têm a disposição (e a coragem) para realizá-las.

Fazer amor na praia, dentro do WC de um restaurante, no elevador ou, quem sabe, uma relação a três! Você já pensou em fazer parte de um “ménage à trois”?

O “ménage à trois” não é algo assim tão absurdo. Vários homens sonham em fazer sexo com duas mulheres ao mesmo tempo e, entre as mulheres, não são poucas as que se perguntam como seria ir para a cama com dois homens. O ménage pode ser uma boa maneira de testar formas novas de sentir prazer, desde que você esteja à vontade e queira, de verdade, experimentar.

Antes de mais nada, é essencial pensar bem e escolher a melhor companhia para a aventura. O “ménage à trois” pode ser uma experiência sexual fantástica, desde que a escolha dos parceiros seja acertada. Além disso, é preciso pensar com clareza o que se espera da situação. Se é apenas um jogo ou uma forma de ampliar o leque de opções sexuais, pode ser muito agradável. Mas se o “day after” puder representar um problema, é melhor deixar de lado.

Para tornar o seu primeiro ménage inesquecível – e sem traumas – o ideal é escolher uma amiga de confiança ou um conhecido interessante. É melhor não haver relações de afectividade muito estreitas com a terceira pessoa – se você for fazer isso com o seu namorado – ou entre o grupo inteiro. E, claro, se você estiver num relacionamento, converse muito bem sobre as condições do ménage, para não ter problemas no dia seguinte.

Deixe-se levar – sem timidez
É melhor não fazer planos excessivos para o dia do ménage. Um banho demorado e sensual, uma luz sugestiva e pouca roupa já conseguem criar o clima. O resto fica por conta da imaginação de cada um.

Quando há três numa cama, a timidez está terminantemente proibida. Quem fica à espera que os outros satisfaçam os seus desejos, pode acabar a passar fome. Cada um deve tomar a iniciativa e provocar as fantasias do outro. É importante falar, expressar as suas sensações e mostrar os seus desejos. Sem isso, a experiência pode ser extremamente frustrante.

Beijos, carícias, massagens
É muito importante que cada pessoa tenha contacto físico forte com pelo menos um dos participantes, durante todo o tempo. Para isso vale tudo: beijos, carícias, massagens… em todas as partes possíveis.

A brincadeira pode durar até que as forças se esgotem. Mas não se esqueça que a excitação de três é bem maior que a de um casal e, por isso, a noite promete ser longa. E, como último conselho, um trio não se despede sem se falar. É melhor que todos comentem o que a experiência representou para cada um para evitar constrangimentos quando se encontrarem uma próxima vez.

O melhor do Sexo Oral

Quais os segredos para um bom sexo oral?

Aprenda a fazer o melhor oral da vida dele! 😉

Antes de mais nada, fica o aviso: o sexo oral também transmite aids/sida e outras doenças, portanto devem ser tomados os mesmos cuidados que se tem com a penetração. Existem no mercado camisinhas/preservativos específicos para esta prática (alguns até com sabor – de chocolate, morango, menta…). Só não peça para ele usar a camisinha se vocês já não usam preservativo normalmente no sexo, porque o relacionamento já é longo, os dois já fizeram o teste, são fiéis… ou seja, na dúvida, use sempre!

Resolvido o problema da segurança, vamos à prática:

 “Não há homem que não goste de receber sexo oral e, se você também gosta ou tem vontade de experimentar, a prática pode ser muito saborosa para os dois. A língua e a boca têm a temperatura e a humidade ideais para tornar a carícia muito mais excitante. Por incrível que pareça, não é o sexo anal o campeão do ranking das preferências sexuais masculinas. O vencedor é o oral. Portanto, as garotas de programa abusam dessa prática e dedicam-se a aprender e a fazer bem. Se você tem vergonha, mas mesmo assim quer experimentar, faça com alguém em quem realmente confie e de quem goste. Além disso, ele ficará maravilhado se você for activa durante o sexo e se preocupar em lhe dar prazer. Não há mulher boa na cama que não saiba fazer um sexo oral bem feito. O sexo oral é imprescindível.”

Se você tem dúvidas sobre como praticar o sexo oral, ou quer melhorar a sua técnica, mostramos os passos que pode seguir para fazê-lo vibrar de prazer.

Ataque! Comece a beijar o pescoço e vá descendo.Beije o peito, a barriga, beije de novo o peito, pescoço…

·          Surpreenda! É uma chatice ter que pedir para a mulher fazer sexo oral. Quando estiverem com um bom clima inicie sem ser preciso sequer uma sugestão da parte dele.

·          Ao contrário das mulheres, os homens gostam que tudo seja rápido e um pouco “selvagem”. Desabotoe as calças dele e comece logo a acariciá-lo. Já é um bom momento para você começar a despi-lo, mas aprenda a dosear a selvajaria com a calma, ou seja, faça-o esperar um pouquinho.

Não abocanhe ainda. Agora que tirou as calças, passe a mão pela perna dele, indo com as mãos em direcção ao pénis. Acaricie um pouco, faça cara de safada, passe o dedo suavemente pela cabeça do membro.

·          O Oral tem que levar o seu tempo… Demore tempo, perca uns minutos de volta dele… tenha feeling no acto!

·          Para que o resultado seja bom, o sexo oral deve durar pelo menos 15 minutos e é importante que os dois gostem e estejam confortáveis. Há muitas posições em que pode ser praticado. Normalmente o homem fica deitado com as costas para baixo e você com uma perna de cada lado dele.

A primeira grande dica é manter a boca e a língua bem humedecidas. Como a glande é uma região bastante sensível, precisa de diminuir o atrito seco e a saliva ajuda a tornar o toque mais excitante, pois desliza melhor.

·          Elogie. Eu sei que para muitas mulheres isso é um pouco constrangedor. Mas, um elogio curto e sincero (principalmente) é sempre muito bem-vindo e inesquecível.

Começa-se pela fala, dizendo o quanto se gosta e sente prazer em fazer oral nele. Se ele não estiver antes excitado, começará a ficar assim que começar a ouvir.

Aprecie o pénis dele com as palavras, com a boca e com os olhos. Os homens são verdadeiros narcisistas no que diz respeito ao pénis e esperma. E eles gostam de ver expressões de desejo no rosto de quem os acaricia com oral. Aproveite para o fazer enquanto diz frases picantes.

·          E os testículos? Algumas mulheres têm nojo, outras ignoram-nos e poucas conhecem o poder que os testículos têm. Um oral bem feito abrange essa área. Tem muitas terminações nervosas, o que o torna uma boa fonte de prazer quando estimulado. Dê umas lambidelas e pequenas chupadinhas, o resultado é imediato.

Massaje e acaricie os testículos dele, um de cada vez. Acredite, ele vai adorar! Deslize os seus dedos em direcção ao períneo e acaricie essa sensível região, sem pudores. Confie em mim, ele irá delirar! Depois de falar, segure com vontade o pénis, não de forma delicada como quem tem medo, mas com firmeza, com maestria.

·          Utilize temperos. Há uma série de ingredientes que colaboram para deixar o oral mais interessante. Um deles são as pastilhas de mentol ou água gelada (ou a combinação explosiva de ambos). Ponha um na boca e depois beba a água. É indescritível a sensação. Leite condensado e marshmallow também são uma boa sugestão.

Então é hora de por em prática o oral. Começa-se pela glande, com a boca bastante húmida envolvendo-a por inteiro. Nessa altura deixa-se a língua flácida e faz-se movimentos de subir e descer, ora tirando o pénis totalmente da boca, ora subindo e descendo sem parar.

Leva-se também o pénis até ao fundo da garganta. Procure, no momento em que o pénis está todo envolto pela boca, fazer sucção com bastante força, e procure deixar a boca mais suave (diz-se “toque aveludado”) quando estiver na parte da glande.

·          Cuidado com as mordidelas. Uma mordidazinha de leve pode ser interessante, mas não morda como fosse um chocolate; a cabeça é extremamente sensível.

·          Cuidado com os dentes. Este erro é o mais comum. Existem mulheres que não abrem a boca como deve ser ou que movimentam o pénis com os dentes, e assim raspam os dentes constantemente. Tente usar mais os lábios.

 

Estão aqui os segredos que uma profissional do sexo usa para ter êxito no sexo oral. No início você pode sentir-se incómoda, mas com o treino deixa de ter a sensação do refluxo quando o pénis toca na epiglote.

A região de maior sensibilidade é a glande, mas nela encontramos uma micro região que é mais sensível ainda, o freio do prepúcio. Vale a pena dar uma olhadela num livro de anatomia para saber a localização exacta, ou então procurar figuras da anatomia peniana na internet.

Exactamente nessa parte é que se concentrará a atenção especial. Há duas maneiras diferentes de se dar prazer com oral no freio do prepúcio. Uma delas é, com a língua humedecida e rígida, sem estar com a boca na glande, friccionar o freio, apenas com a ponta da língua rígida. Brinque a percorrer o curto comprimento do freio do prepúcio e brinque também na transversal do freio.

A segunda maneira é com a boca envolvendo toda a glande, também se acaricia o freio do prepúcio, só que usando a língua flácida. Apesar da parte mais erógena do pénis ser o ápice, explora-se todo o corpo peniano e passa-se a língua em volta dele, parando apenas para dar chupadelas na região da virilha também. As profissionais do sexo abusam dos movimentos repetitivos, fazendo-os inicialmente em ritmo devagar e depois acelerando os movimentos.

·          Olhe para ele. Esta é curiosa, mas muitos homens adoram quando a mulher está a fazer o oral e a olhá-lo nos olhos. Não tenha vergonha!

 

·          Não se esqueça das mãos. Elas podem fazer coisas óptimas e bastante excitantes enquanto apenas a boca está ocupada

Para aumentar a força do orgasmo, faz-se com que o momento dure o maior tempo possível, mudando de ritmo quando ele estiver a ponto de ejacular, dessa maneira é possível “controlar” a hora da finalização. Mudanças frequentes no movimento costumam retardar a ejaculação, bem como movimentos repetitivos e vigorosos aceleram o processo.

Para causar maiores arrepios no homem, balas de halls preto podem estar na boca enquanto o sexo oral é feito. Essa até é uma dica da década passada, hoje em dia já se conta com gel comestível de vários sabores que também causam a mesma sensação refrescante da bala, bem como pedrinhas de gelo. Ambos causam sensações térmicas incomuns, que excitam os homens”.

·          A polémica engole ou cospe? Para mim isso é indiferente. A essa hora já nada interessa. O importante é antes!

 

69 dicas de sexo – Dadas por quem sabe!

fantasias sem censura

1 “Uma cliente pedia que eu a encontrasse depois do jiu-jítsu, vestindo quimono e suado.” Hudson

2 “Banco o caubói, com jeans surrado, lenço no pescoço e chapéu. E pego um chicote de brinquedo. Aí, monto de cavalinho nela e dou chicotadas de leve.” Janderson

3 “Me visto de garçom. Uso apenas uma gravata- borboleta. Daí, deixo a mulher comandar.” João

4 “Encarno o executivo, vendo os olhos dela com a gravata e permito que me dispa com a boca.” Eros

5 “Coloquei farda de policial e a algemei na cama com um lençol amarrado na boca. Rasguei suas roupas peça por peça.” Leonardo

prazer em todo lugar

6 “Já agarrei uma cliente na lavanderia. Transamos ali, enquanto a irmã dela via tevê na sala.” Ricardo

7 “De madrugada, parei o elevador com a trava de emergência, peguei-a no colo e fizemos lá mesmo.” Marcelo

8 “Quando vamos jantar num restaurante, arrasto a cliente para o toalete a fim de darmos uma rapidinha.” Tarcízio

banquete dos prazeres

9 “A cliente me ofereceu morangos e eu, na hora, os coloquei na vagina e fiz sexo oral nela!” Janderson

10 “Derramo leite condensado pelo corpo e lambo feito criança.” Otávio

11 “Já espalhei melancia sobre uma cliente e suguei o caldo. Tomar champanhe no umbigo também é parte do pacote!” João

12 “Deito a mulher na cama e vou derramando uma bebidinha pelo corpo dela com a boca. Depois passo a língua pelo rastro.” Marcelo

13 “Espremo frutas na barriga, nos seios, nas coxas e, com muito apetite, me delicio. Não deixo faltar jaca – tem poder estimulante.” Leonardo

massagistas de plantão

14 “Com as mãos lambuzadas de óleo aromático (de alfazema, que age sobre as emoções, ou de almíscar, afrodisíaco), aperto a polpa dos polegares nos pés. Vou subindo por todo o corpo dela dando leves beliscões.” Rodrigo

15 “Para relaxar antes do vamos ver, massageio os pés e a nuca dela com óleo de bebê.” Ricardo

16 “Percorro o corpo da cliente para que sinta o calor das minhas mãos. Alterno movimentos firmes e suaves nos pés e vou subindo pelas pernas, joelhos, coxas, nádegas, costas, braços, axilas e ombros. Uso a boca para acariciar o pescoço e os seios, assoprando, beijando e sussurrando.” Tarcízio provocação sem limites

17 “Passo uma rosa por todo o corpo dela até se excitar. Dou a flor de presente no fim.” Otávio

18 “Danço para ela e deixo que passe as mãos em mim, apertando o meu bumbum, as pernas…” Gustavo

19 “Sou romântico. Uma vez, escrevi uma poesia no corpo dela com batom.” Eros

20 “Já decorei o quarto com velas, pois sabia que a mulher adorava. Ela se sentiu lisonjeada!” Hudson

21 “Gosto de beijar a zona entre as coxas – isso atiça demais a mulher.” Gustavo

22 “Convido-a para dançar – em cima da cama, no palco do motel, no chuveiro… Faz com que ela fique descontraída.” Janderson

23 “Preparo uma poção excitante que leva catuaba, amendoim, sorvete e vodca.” Ricardo

24 “Sussurro coisas picantes no ouvido e, quando acelero a penetração, digo que estou quase lá. É um poderoso afrodisíaco.” Gustavo

25 “Fervo por 2 minutos 1 litro de vinho tinto suave com um pauzinho de canela, 7 cravos-da-índia, 1 pitada de manjericão seco em pó e sirvo depois de frio com 1/2 litro de suco de maracujá. Minhas clientes sobem pelas paredes.” Eros

26 “Pétalas de rosa ativam a energia e aumentam o desempenho sexual. Esfrego-as no corpo dela quando faço massagem.” Leonardo

27 “O meu beijo na boca: chupo o lábio de baixo e corro a língua nele com sensualidade.” Gustavosedução na água

28 “Faço muita espuma na banheira, como nos filmes. A melhor posição para esse espaço reduzido é o papai-e-mamãe ou ela por cima.” Janderson

29 “Toda vez que tomo banho com uma mulher, peço para depilar suas partes íntimas.” Hudson

30 “Como a penetração é mais difícil embaixo d’água, encaixo na posição cachorrinho enquanto a banheira enche e abaixamos aos poucos.” João

31 “Gosto de ensaboar a mulher usando meu corpo como bucha.” Tarcízio

32 “No chuveiro, ela se masturba com a ducha, de costas, e eu encosto a ponta do pênis atrás, esperando que peça mais.” Leonardo

33 “Jogo pétalas de rosa na anheira e pingo 5 gotas de óleo de rosas. Traço um caminho de flores da cama até o banheiro. Esse banho deixa a mulher aberta para novas sensações.” Tarcízio

striptease: investimento garantido

34 “Ao fazer um strip, falo sacanagens. Também jogo dados luminosos de sex shop que indicam o que tirar primeiro.” Janderson

35 “Vou ficando nu ao som de hip hop. Passo óleo de massagem no corpo para ficar gostoso.” Hudson

36 “Com um olhar malicioso, vou me despindo e perguntando se ela quer fazer sexo oral. Quando a mulher não agüenta mais de desejo, coloco na boca dela.” Leonardo

37 “Fico em pé na cama, por cima dela. Vou jogando as peças pelo quarto e pedindo sua ajuda nas partes mais difíceis, como desabotoar a calça…” João

carinhos quentíssimos e pecados permitidos nos seios

38 “Dou mordidinhas e beliscões, de leve, no bico. E provoco a região com um gelo.” Hudson

39 “Mordo o bico rangendo os dentes e puxo, assoprando.” Gustavo

40 “Caio de boca e mamo gostoso até senti-los enrijecer na boca.” Leonardo

41 “Faço massagem com óleo que esquenta a pele, de chocolate ou menta.” Janderson

trabalhos manuais garantem dose extra de tesão

42 “Estimulo o clitóris com dois dedos e faço sexo oral junto. Até ela gozar.” João

43 “Massageio os grandes lábios movimentando os dedos como se fosse uma cobrinha.” Gustavo

44 “Depois do sexo oral, escorrego o dedo com gel  K-Y na vagina. Se a cliente gostar, vou aprofundando e estimulando essa região mais e mais.” Tarcízio

45 “Sou ótimo na masturbação com cubos de gelo. Para relembrar aquele momento, uma cliente passou a usá-lo sozinha.” Hudson

use a boca para esquentar o clima

46 “Passo um óleo que esquenta e assopro para brincar de quente-frio. Finalizo com um bom trabalho de lábios lá embaixo.” Hudson

47 “Pingo uma bebida na vagina e vou sorvendo devagar.” Marcelo

48 “Beijo todo o corpo da garota. Quando ela está cheia de tesão, corro a língua pelos grandes lábios.” Otávio

49 “Com ela na posição cachorrinho, faço oral por trás, passando a língua também pelo ânus.” João

50 “Chupo cubos de gelo para a minha língua ficar geladinha…” Ricardo

51 “Deito de barriga para cima, ela senta sobre o meu peito, perto da minha cabeça, e deita de costas no meu abdômen. Então, toco de leve a língua no clitóris e vou fazendo um movimento progressivo. Peço que goze na minha boca.” Tarcízio

turbinado: papai-e-mamãe para PH.D.

52 “Na clássica posição, dou uma de mestre-sala e solto o quadril. Mexo com vontade até ela subir às nuvens.” Eros

53 “Para turbinar o papai-e-mamãe, olho nos olhos! Isso faz com que a mulher se sinta mais segura.” Hudson

54 “Fecho as pernas dela e abro as minhas ao máximo. Assim, tenho contato maior com o clitóris.” Rodrigo

posições que garantem o orgasmo

55 “Ela fica deitada de costas e eu em pé. Daí, levanto suas pernas e encaixo por trás, como se seu corpo fosse um carrinho de mão.” Gustavo

56 “Sentado em uma cadeira, coloco-a no colo, de costas para mim. Enquanto massageio seus ombros, ela se encaixa e encontra o ritmo perfeito. Para variar, ela vira de frente, joga as pernas no meu ombro e se inclina para trás. Seguro na cintura e mando ver.” Leonardo

57 “A mulher deita de bruços e eu fico por cima. Encaixo minhas pernas nas dela e dito a intensidade dos movimentos.” Eros

acessórios esquentam a transa

58 “Faço sexo oral com um óleo de massagem que tem sabor de fruta. Me dá muito prazer e eu dou mais prazer ainda a elas!” Hudson

59 “Uso um par de algemas para prender as mãos dela ao redor do meu corpo.” Otávio

60 “Aposto numa camisinha que tem saliências por fora e retarda o orgasmo.” Marcelo

61 “Espalho perfume com cheiro de morango no pênis.” Janderson

62 “Tenho um anel tripla ação que estimula de uma só vez o ânus, a vagina, o clitóris e os lábios vaginais. É poderoso.” Eros

63 “Comprei um vibrador que simula um pênis negro, para variar.” Ricardo

64 “Começo as preliminares com um massageador de clitóris que relaxa a gata.” Janderson

65 “Faço sexo anal enquanto introduzo na frente um vibrador duplo ou de coelhinho.” Leonardo

dicas para melhorar o sexo anal

66 “Antes de começar o sexo anal, passo um dedo molhado lá. Depois, ponho o menino com jeitinho e paro. A contração do esfíncter pressiona o pênis e faz com que ele entre.” Gustavo

67 “Aplico um gel no dedo e encaixo-o lá dentro. Fico brincando até perceber que ela está preparada para a penetração. Então ponho o pênis enquanto sussurro coisas no ouvido.” Otávio

68 “Fico deslizando a língua por todo o contorno do bumbum até chegar ao ponto central. Daí, o ideal é a mulher ficar em cima, pois dessa forma tem total controle na velocidade e profundidade da penetração.” Rodrigo

69 “Com cuidado, enfio o dedo no ânus fazendo movimentos circulares. E ela vai rebolando para receber mais um pouco.” Eros

 

Sexo em Locais Públicos

Ter relações em lugares diferentes faz parte do imaginário de muita gente. Mas traz alguns riscos, claro, que as pessoas acham que, quase sempre, valem à pena.
Confira algumas dicas para aproveitar melhor cada lugar.

  Elevador: É estimulante, mas você tem que ficar atenta. O melhor é parar o elevador entre dois andares para não ser surpreendida por vizinhos. E não se esqueça que, hoje em dia, muitos elevadores possuem câmara de vigilância. Imagine a cara do porteiro no dia seguinte!

  Escada de serviço: Prefira horários em que o prédio esteja com menos gente ou vazio.

  Praia: Se puder, leve uma esteira ou toalha para a areia não incomodar. Deste modo, você também não se magoa. A praia é realmente um lugar muito romântico, sobretudo à noite, já que diminuem as probabilidades de serem vistos por um estranho. Se arriscar a fazer amor na praia durante o dia, escolha uma que seja pouco frequentada.

  Ambiente de trabalho: Cuidado com as câmaras e com algum colega que possa chegar de repente. Feche sempre a porta com chave e desligue o viva-voz.

  Dentro do carro: Prefira carros confortáveis que tenham bancos reclináveis ou vá para o banco de trás. Feche todas as portas e escolha um lugar seguro. Nesta época de assaltos relâmpagos, todo o cuidado é pouco.

  Provador de roupa: Enquanto prova aquela blusinha, chame o seu namorado para ele dar uma opinião. Não façam barulho. Já imaginou ser apanhada “com a boca na botija” numa loja cheia de clientes?

  No táxi: Se você estiver num país onde o compartimento dos passageiros fica separado do motorista, é menos perigoso, pois há mais privacidade. Mas cuidado com o espelho retrovisor. Dependendo do ângulo, o motorista poderá participar da sua festa sem ser convidado.

  Parques: tome cuidado com bichos e plantas cheias de espinhos. Fique atenta para não serem descobertos.

  Numa festa: Procure um lugar discreto, como o quarto de empregada ou a despensa. E não se esqueça de trancar a porta.

  Casa-de-banho pública: Local ideal para uma “rapidinha”. Pode ser no restaurante, no avião ou no bar. Lembre-se que podem estar pessoas à espera, por isso seja breve e evite sons suspeitos. Copular em wcs públicos tem outro inconveniente: um funcionário do local pode apanhá-los em flagrante, por isso, sejam discretos ao entrarem e saírem.