A arte da penetração

aartedaDepois dos preliminares e de muita brincadeira chega a hora mais conhecida como “a hora H”, ou os “finalmentes” e se você pensa que é só entrar e depois ficar ali a ir e a voltar aqui está o “algo mais” que todos devem saber:

 – Aposte nos preliminares pois ajudam bastante na lubrificação.

A vagina ou o ânus devem estar lubrificados. No caso da vagina, pode bastar a lubrificação natural que é estimulada durante os preliminares do sexo. Mas pode ser que vocês precisem de um lubrificante extra.

 

– Use lubrificantes à base de água.

Porque além de outras coisas, não há risco de reagir com o preservativo. No caso do sexo anal a lubrificação é lei porque o ânus é uma zona sensível e tende a lesar-se mais facilmente na penetração.

 

– O ideal é fazer uma penetração firme e suave ao mesmo tempo.

Tente orientar as coisas de forma a começar apenas com a cabeça do pénis. Vá fazendo pequenas penetrações. A penetração deve ser feita a pouco e pouco para que ambos se vão acostumando.

 

– Para que tenha bastante precisão nos movimentos e bastante carga erótica, é fundamental que tenha um bom movimento de pélvis.

Fique atento à sua vontade de ter orgasmo. Controle isso. Você pode desenvolver esta sensibilidade. Só deve ir mais fundo na penetração se sentir que não vai chegar lá. Se o seu sensor diz que está para vir, então pare com os movimentos, ou pare com a penetração nesse momento. Volte para as preliminares, baixando um pouco a carga erótica (tesão). Com um pouco menos de tesão, você pode começar novamente a empreitada.

 

– Respire.

A respiração mais controlada vai dar-lhe a calma necessária para não ser precoce e aproveitar ao máximo.

 

– Esteja atento(a) às reacções da(o) sua (seu) parceira(o).

Saiba como ela (e) o está a sentir. Imagine como é bom estar lá dentro, com o seu pénis bem tratado, agasalhado, deslizando num vai e vem delicioso. E vá sem culpa de ser feliz!

 

– Penetre mais o seu pénis, pouco a pouco.

 Assim ela vai-se habituando a ele e você vai se familiarizando com ela.

 

– Depois de uma entrada mais profunda, faça alguns movimentos com a sua pélvis, para a frente e para trás, preenchendo-a.

Volte agora para o raso, sentindo-se novamente “na portinha”. Movimentos de penetrações rasas. E vá fundo novamente, intercalando penetrações rasas e profundas. Assim você vai tocando com arte toda a extensão da vagina, inclusive os locais mais sensíveis.

 

– E quando você estiver com todo o seu pénis dentro dela, deixe que o seu osso púbico pressione o dela.

A mulher pode nesse momento usar as suas mãos para acariciar os seus testículos.

 

Divirta-se!! 😉

Anúncios

Timing Sexual – Porque o prazer não é simultâneo?

timming-sexual

TIMING SEXUAL


Escrito por Sergio Savian*

 

São muitas as mulheres que reclamam da velocidade dos seus parceiros sexuais. E muitas vezes a falta de sintonia é tamanha que no final das contas, ou melhor, do ato, é comum que elas se sintam bastante insatisfeitas.
Os homens, principalmente os mais jovens, excitam-se mais rápido que as mulheres porque a sua natureza funciona dessa forma, diferente delas, que naturalmente levam mais tempo para se estimular. Para os homens que buscam a sintonia com as suas parceiras é importante que compreendam esta diferença dos tempos e aprendam a segurar a sua ansiedade para consumar o sexo.

No mundo animal os machos costumam ser bastante rápidos na penetração e na ejaculação e nós, homens, somos naturalmente bem parecidos com isso. Mas, se quisermos ter um sexo que vai além do nosso instinto animal de procriação, com a possibilidade do prazer, é importante que saibamos controlar este ímpeto, fazendo um sexo mais prolongado. E isso só se aprende na prática.

Uma dica fundamental para que o homem faça esse controle da ansiedade é prestar atenção na respiração e nos movimentos do corpo. Respirando de forma ofegante, com movimentos corporais afoitos, chega-se logo ao orgasmo. Mas se você respirar profundamente e usar mais a sensibilidade, focando nos cinco sentidos (paladar, olfato, audição, tato e visão), torna-se mais fácil estender o sexo por mais tempo.

Os homens costumam ser mais objetivos que as mulheres, não só no sexo, mas na maior parte da vida. Se o casal quer realmente uma sintonia mais fina, é importante que o homem se torne mais subjetivo, prestando mais atenção em cada passo do encontro, e a mulher se torne um pouco mais objetiva, indo à luta na busca do seu prazer.

De toda forma o diálogo entre os dois tem que ser bem aberto e transparente. Muitos acham difícil falar sobre o sexo. Mas ninguém é obrigado a adivinhar o que é bom ou ruim para o outro. Se você não fala, explicitando as suas preferências, é difícil conseguir a sintonia que quer. Por isso, deixe a vergonha de lado e comece a expressar o que você sente.
São muitas as diferenças que podem influenciar o descompasso do casal. Uma delas é a diferença de temperamentos. Tem pessoas que são naturalmente mais ardentes e outras, mais suaves. Neste sentido é importante que se busque o caminho do meio. Aliás um bom sexo consegue equilibrar o firme e o suave, intercalando-os no encontro dos corpos. Quando você aperta o(a) seu(sua) companheiro(a) e move a pélvis, cria energia libidinal, mas para que essa mesma energia possa circular por todo o corpo é importante que você crie momentos suaves. Por isso saiba intercalar o toque mais firme e sem vergonha com a delicadeza e o romantismo do contato.

As preliminares são importantes para que se consiga empatia entre os dois. E isso acontece mais facilmente quando você começa devagar, aquecendo o envolvimento pouco a pouco até pegar fogo. Um abraço bem demorado pode ser um bom começo. Ou, que tal uma boa massagem relaxante? Cuide da música de fundo. Você pode criar uma boa trilha sonora que vai dar um clima parecido com um filme.

Uma coisa é você desejar a outra pessoa, outra é vocês sincronizarem os seus desejos. E se souberem fazer isso com arte, equilibrando o vigor com a brandura, poderão permanecer por muito tempo num belo patamar de orgasmo, desfrutando juntos e por muito mais tempo do encontro.

* Sergio Savian é terapeuta e autor dos livros “Sexo: exercícios para o êxtase sexual” e “Que delícia: paquera e sexo de qualidade”, da Editora Gente. Conheça o seu site http://www.mudancadehabito.com.br

Strip Tease – Deixe-o Louco!

Algumas dicas para iniciantes:

Já reparou no quanto é bela? Já sentiu o quanto é sensual? Caso ainda não, esse é o seu primeiro passo para realizar um Strip

Tenha a certeza de que é deliciosa, poderosa, enfim ame-se por inteiro! E fique atenta, pois já existem muitas mulheres que sabem fazer, e a maioria dos homens adoram! Mesmo os que ainda não tiveram a oportunidade de ver, têm uma enorme curiosidade.

Surpreenda o seu amor, além de ele adorar, você irá receber um enorme prémio, adivinhe qual?

 Então… não perca tempo! Aproveite as dicas abaixo e mãos à obra!

Curta, sinta e aprecie o seu corpo por inteiro, você é linda! Acredite no seu poder de sedução.

No seu primeiro Strip escolha uma roupa fácil de tirar, pode ser apenas uma camisa dele com uma maravilhosa lingerie por baixo, uma camisola ou blusa,  saia, uma meia 7/8 , use sempre salto alto, cuidado com os acessórios, porque  podem enroscar-se na roupa.

Escolha um ambiente aconchegante. Para a primeira vez aconselho sempre um motel, além de ser tranquilo também mexe com a libido, ainda antes da acção. Se ambos gostarem coloque  incenso ou velas aromatizadas.

Pouca iluminação, música sensual, desde que os dois gostem, e claro, um ritmo que você acompanhe. Fica uma dica: antes oiça várias vezes a música que escolher, porque assim acaba por memorizar o tempo e as batidas, e vai sentir-se mais segura.

Mantenha o quadril em movimento, serpenteando-o quase o tempo todo, do inicio até o fim do Strip. Um olhar sensual, todo o seu charme e poder de sedução, e com certeza vai deixá-lo louco de desejo. O olhar é muito importante, pois através dele você também consegue transmitir o quanto está a desejar o seu parceiro.

Agora o momento especial de tirar cada peça. Tire com movimentos lentos, e sempre a olhar para ele, nunca olhe para a roupa.

Se for desabotoar uma blusa, ou descer um fecho-éclair, de preferência deixe-o ver o que está a fazer, se quiser pode atirar-lhe alguma peça, ex: uma meia, luva, coisas leves, a cuequinha deixe por último, caso queira deixe que seja ele a tirar, essa pode ser uma estratégia para terminar o seu Strip. Daí para frente é com vocês. Aproveitem ao máximo este momento.

O que acham os homens?

A maioria dos homens adora qualquer coisa que a mulher prepare para ele, desde um prato delicioso, até aquelas brincadeirazinhas sexuais bem apimentadas. E quanto ao Strip-Tease?

Acabei por descobrir que mesmo nos tempos de hoje ainda existem homens que não acreditam que a sua companheira consiga fazer um strip-tease, que isso acontece somente em casas de shows. Porém, quando ganham um presente desses, cada um tem uma reacção específica. Uns ficam nervosos pelo facto de nunca terem imaginado que iam receber uma surpresa dessas, outros ficam hipnotizados, alguns ficam assustados com todo esse poder de sedução da sua amada, mas praticamente todos adoram.

“Se existir algum que não goste, pode ser que ele tenha medo de descobrir o grande potencial da sua mulher. Provavelmente ele é inseguro e não sabe aproveitar o que é bom.”

Segundo pesquisas, a grande maioria dos homens que ainda não recebeu uma surpresa dessas, sonha que isso aconteça. Alguns deles disseram que pedem para a mulher fazer, mas as reacções delas são mais ou menos assim; Sorri e diz que um dia vai fazer e esse dia nunca chega. Algumas dizem que não sabem, outras têm vergonha. O homem é muito mais visual que a mulher, e o Strip mexe muito com eles deixando-os excitados: eles realmente adoram!

Qual a música ideal para o Strip-Tease?

Não existe uma música ideal para o Strip-Tease, existem muitas músicas boas, com ritmos diferentes que podem ser utilizadas.

Então, como escolher a música?

Depende da mulher, do seu ritmo. Há mulheres que fazem um strip-tease lento, sinuoso e subtil, sem muito balanço ou requebro. Para essas, uma música lenta cai bem. Outras mulheres preferem movimentar-se com um pouco mais de ritmo, porém lento e outras ainda, principalmente as que tem maior domínio dos movimentos do corpo, ou que já fizeram cursos de dança, preferem um strip mais rápido, mais movimentado, ou até mais coreografado. Para essas, a música mais rápida combina bem.

Ensaie

O ideal é você seleccionar algumas músicas de que goste, que ache serem compatíveis com o seu tipo de movimento, e ensaiá-las. Assim você irá perceber se aquela música está a “cair” bem com os seus movimentos ou não. O ensaio também ensina o seu corpo a “memorizar” a música, o que ajudará muito na sincronização do seu show.

sensual2

Sugestões

Abaixo vão algumas sugestões de músicas:

Título

Autor

You Can Leave Your Hat On

Joe Coocker

Holliday

Madonna

Into the Groove

Madonna

Human Nature

Era

Crazy for You

Madonna

Vogue

Madonna

Heroin

U2 & Sinead O’Connor

Going Home

Kenny G,

Justify My Love

Madonna

Nothing Compares 2 U

Sinead O’Connor

Glory Box

Portishead

Like a Player

Madonna

Dilemma

Madonna

Open Your Heart

Madonna

Can’t Get You Out Of My Head

Madonna

Rhythms is a dancer – Snap

(clássico do strip)

Santana e Robert Thomas

Smooth

Thouch & Go

Straight to number one (versão lenta)

Santana e Michele Branth

The Game of Love

Mama

Phil Collins

In the air tonight

Phil Collins

Say it Right

Nelly Furtado

Touch my Body

Mariah Carey

Gregorian Eden – Enigma remix

Sarah Brightman

Ja Pense à Toi

Saya

Fallin

Alicia Keys