69 dicas de sexo – Dadas por quem sabe!

fantasias sem censura

1 “Uma cliente pedia que eu a encontrasse depois do jiu-jítsu, vestindo quimono e suado.” Hudson

2 “Banco o caubói, com jeans surrado, lenço no pescoço e chapéu. E pego um chicote de brinquedo. Aí, monto de cavalinho nela e dou chicotadas de leve.” Janderson

3 “Me visto de garçom. Uso apenas uma gravata- borboleta. Daí, deixo a mulher comandar.” João

4 “Encarno o executivo, vendo os olhos dela com a gravata e permito que me dispa com a boca.” Eros

5 “Coloquei farda de policial e a algemei na cama com um lençol amarrado na boca. Rasguei suas roupas peça por peça.” Leonardo

prazer em todo lugar

6 “Já agarrei uma cliente na lavanderia. Transamos ali, enquanto a irmã dela via tevê na sala.” Ricardo

7 “De madrugada, parei o elevador com a trava de emergência, peguei-a no colo e fizemos lá mesmo.” Marcelo

8 “Quando vamos jantar num restaurante, arrasto a cliente para o toalete a fim de darmos uma rapidinha.” Tarcízio

banquete dos prazeres

9 “A cliente me ofereceu morangos e eu, na hora, os coloquei na vagina e fiz sexo oral nela!” Janderson

10 “Derramo leite condensado pelo corpo e lambo feito criança.” Otávio

11 “Já espalhei melancia sobre uma cliente e suguei o caldo. Tomar champanhe no umbigo também é parte do pacote!” João

12 “Deito a mulher na cama e vou derramando uma bebidinha pelo corpo dela com a boca. Depois passo a língua pelo rastro.” Marcelo

13 “Espremo frutas na barriga, nos seios, nas coxas e, com muito apetite, me delicio. Não deixo faltar jaca – tem poder estimulante.” Leonardo

massagistas de plantão

14 “Com as mãos lambuzadas de óleo aromático (de alfazema, que age sobre as emoções, ou de almíscar, afrodisíaco), aperto a polpa dos polegares nos pés. Vou subindo por todo o corpo dela dando leves beliscões.” Rodrigo

15 “Para relaxar antes do vamos ver, massageio os pés e a nuca dela com óleo de bebê.” Ricardo

16 “Percorro o corpo da cliente para que sinta o calor das minhas mãos. Alterno movimentos firmes e suaves nos pés e vou subindo pelas pernas, joelhos, coxas, nádegas, costas, braços, axilas e ombros. Uso a boca para acariciar o pescoço e os seios, assoprando, beijando e sussurrando.” Tarcízio provocação sem limites

17 “Passo uma rosa por todo o corpo dela até se excitar. Dou a flor de presente no fim.” Otávio

18 “Danço para ela e deixo que passe as mãos em mim, apertando o meu bumbum, as pernas…” Gustavo

19 “Sou romântico. Uma vez, escrevi uma poesia no corpo dela com batom.” Eros

20 “Já decorei o quarto com velas, pois sabia que a mulher adorava. Ela se sentiu lisonjeada!” Hudson

21 “Gosto de beijar a zona entre as coxas – isso atiça demais a mulher.” Gustavo

22 “Convido-a para dançar – em cima da cama, no palco do motel, no chuveiro… Faz com que ela fique descontraída.” Janderson

23 “Preparo uma poção excitante que leva catuaba, amendoim, sorvete e vodca.” Ricardo

24 “Sussurro coisas picantes no ouvido e, quando acelero a penetração, digo que estou quase lá. É um poderoso afrodisíaco.” Gustavo

25 “Fervo por 2 minutos 1 litro de vinho tinto suave com um pauzinho de canela, 7 cravos-da-índia, 1 pitada de manjericão seco em pó e sirvo depois de frio com 1/2 litro de suco de maracujá. Minhas clientes sobem pelas paredes.” Eros

26 “Pétalas de rosa ativam a energia e aumentam o desempenho sexual. Esfrego-as no corpo dela quando faço massagem.” Leonardo

27 “O meu beijo na boca: chupo o lábio de baixo e corro a língua nele com sensualidade.” Gustavosedução na água

28 “Faço muita espuma na banheira, como nos filmes. A melhor posição para esse espaço reduzido é o papai-e-mamãe ou ela por cima.” Janderson

29 “Toda vez que tomo banho com uma mulher, peço para depilar suas partes íntimas.” Hudson

30 “Como a penetração é mais difícil embaixo d’água, encaixo na posição cachorrinho enquanto a banheira enche e abaixamos aos poucos.” João

31 “Gosto de ensaboar a mulher usando meu corpo como bucha.” Tarcízio

32 “No chuveiro, ela se masturba com a ducha, de costas, e eu encosto a ponta do pênis atrás, esperando que peça mais.” Leonardo

33 “Jogo pétalas de rosa na anheira e pingo 5 gotas de óleo de rosas. Traço um caminho de flores da cama até o banheiro. Esse banho deixa a mulher aberta para novas sensações.” Tarcízio

striptease: investimento garantido

34 “Ao fazer um strip, falo sacanagens. Também jogo dados luminosos de sex shop que indicam o que tirar primeiro.” Janderson

35 “Vou ficando nu ao som de hip hop. Passo óleo de massagem no corpo para ficar gostoso.” Hudson

36 “Com um olhar malicioso, vou me despindo e perguntando se ela quer fazer sexo oral. Quando a mulher não agüenta mais de desejo, coloco na boca dela.” Leonardo

37 “Fico em pé na cama, por cima dela. Vou jogando as peças pelo quarto e pedindo sua ajuda nas partes mais difíceis, como desabotoar a calça…” João

carinhos quentíssimos e pecados permitidos nos seios

38 “Dou mordidinhas e beliscões, de leve, no bico. E provoco a região com um gelo.” Hudson

39 “Mordo o bico rangendo os dentes e puxo, assoprando.” Gustavo

40 “Caio de boca e mamo gostoso até senti-los enrijecer na boca.” Leonardo

41 “Faço massagem com óleo que esquenta a pele, de chocolate ou menta.” Janderson

trabalhos manuais garantem dose extra de tesão

42 “Estimulo o clitóris com dois dedos e faço sexo oral junto. Até ela gozar.” João

43 “Massageio os grandes lábios movimentando os dedos como se fosse uma cobrinha.” Gustavo

44 “Depois do sexo oral, escorrego o dedo com gel  K-Y na vagina. Se a cliente gostar, vou aprofundando e estimulando essa região mais e mais.” Tarcízio

45 “Sou ótimo na masturbação com cubos de gelo. Para relembrar aquele momento, uma cliente passou a usá-lo sozinha.” Hudson

use a boca para esquentar o clima

46 “Passo um óleo que esquenta e assopro para brincar de quente-frio. Finalizo com um bom trabalho de lábios lá embaixo.” Hudson

47 “Pingo uma bebida na vagina e vou sorvendo devagar.” Marcelo

48 “Beijo todo o corpo da garota. Quando ela está cheia de tesão, corro a língua pelos grandes lábios.” Otávio

49 “Com ela na posição cachorrinho, faço oral por trás, passando a língua também pelo ânus.” João

50 “Chupo cubos de gelo para a minha língua ficar geladinha…” Ricardo

51 “Deito de barriga para cima, ela senta sobre o meu peito, perto da minha cabeça, e deita de costas no meu abdômen. Então, toco de leve a língua no clitóris e vou fazendo um movimento progressivo. Peço que goze na minha boca.” Tarcízio

turbinado: papai-e-mamãe para PH.D.

52 “Na clássica posição, dou uma de mestre-sala e solto o quadril. Mexo com vontade até ela subir às nuvens.” Eros

53 “Para turbinar o papai-e-mamãe, olho nos olhos! Isso faz com que a mulher se sinta mais segura.” Hudson

54 “Fecho as pernas dela e abro as minhas ao máximo. Assim, tenho contato maior com o clitóris.” Rodrigo

posições que garantem o orgasmo

55 “Ela fica deitada de costas e eu em pé. Daí, levanto suas pernas e encaixo por trás, como se seu corpo fosse um carrinho de mão.” Gustavo

56 “Sentado em uma cadeira, coloco-a no colo, de costas para mim. Enquanto massageio seus ombros, ela se encaixa e encontra o ritmo perfeito. Para variar, ela vira de frente, joga as pernas no meu ombro e se inclina para trás. Seguro na cintura e mando ver.” Leonardo

57 “A mulher deita de bruços e eu fico por cima. Encaixo minhas pernas nas dela e dito a intensidade dos movimentos.” Eros

acessórios esquentam a transa

58 “Faço sexo oral com um óleo de massagem que tem sabor de fruta. Me dá muito prazer e eu dou mais prazer ainda a elas!” Hudson

59 “Uso um par de algemas para prender as mãos dela ao redor do meu corpo.” Otávio

60 “Aposto numa camisinha que tem saliências por fora e retarda o orgasmo.” Marcelo

61 “Espalho perfume com cheiro de morango no pênis.” Janderson

62 “Tenho um anel tripla ação que estimula de uma só vez o ânus, a vagina, o clitóris e os lábios vaginais. É poderoso.” Eros

63 “Comprei um vibrador que simula um pênis negro, para variar.” Ricardo

64 “Começo as preliminares com um massageador de clitóris que relaxa a gata.” Janderson

65 “Faço sexo anal enquanto introduzo na frente um vibrador duplo ou de coelhinho.” Leonardo

dicas para melhorar o sexo anal

66 “Antes de começar o sexo anal, passo um dedo molhado lá. Depois, ponho o menino com jeitinho e paro. A contração do esfíncter pressiona o pênis e faz com que ele entre.” Gustavo

67 “Aplico um gel no dedo e encaixo-o lá dentro. Fico brincando até perceber que ela está preparada para a penetração. Então ponho o pênis enquanto sussurro coisas no ouvido.” Otávio

68 “Fico deslizando a língua por todo o contorno do bumbum até chegar ao ponto central. Daí, o ideal é a mulher ficar em cima, pois dessa forma tem total controle na velocidade e profundidade da penetração.” Rodrigo

69 “Com cuidado, enfio o dedo no ânus fazendo movimentos circulares. E ela vai rebolando para receber mais um pouco.” Eros

 

Sexo em Locais Públicos

Ter relações em lugares diferentes faz parte do imaginário de muita gente. Mas traz alguns riscos, claro, que as pessoas acham que, quase sempre, valem à pena.
Confira algumas dicas para aproveitar melhor cada lugar.

  Elevador: É estimulante, mas você tem que ficar atenta. O melhor é parar o elevador entre dois andares para não ser surpreendida por vizinhos. E não se esqueça que, hoje em dia, muitos elevadores possuem câmara de vigilância. Imagine a cara do porteiro no dia seguinte!

  Escada de serviço: Prefira horários em que o prédio esteja com menos gente ou vazio.

  Praia: Se puder, leve uma esteira ou toalha para a areia não incomodar. Deste modo, você também não se magoa. A praia é realmente um lugar muito romântico, sobretudo à noite, já que diminuem as probabilidades de serem vistos por um estranho. Se arriscar a fazer amor na praia durante o dia, escolha uma que seja pouco frequentada.

  Ambiente de trabalho: Cuidado com as câmaras e com algum colega que possa chegar de repente. Feche sempre a porta com chave e desligue o viva-voz.

  Dentro do carro: Prefira carros confortáveis que tenham bancos reclináveis ou vá para o banco de trás. Feche todas as portas e escolha um lugar seguro. Nesta época de assaltos relâmpagos, todo o cuidado é pouco.

  Provador de roupa: Enquanto prova aquela blusinha, chame o seu namorado para ele dar uma opinião. Não façam barulho. Já imaginou ser apanhada “com a boca na botija” numa loja cheia de clientes?

  No táxi: Se você estiver num país onde o compartimento dos passageiros fica separado do motorista, é menos perigoso, pois há mais privacidade. Mas cuidado com o espelho retrovisor. Dependendo do ângulo, o motorista poderá participar da sua festa sem ser convidado.

  Parques: tome cuidado com bichos e plantas cheias de espinhos. Fique atenta para não serem descobertos.

  Numa festa: Procure um lugar discreto, como o quarto de empregada ou a despensa. E não se esqueça de trancar a porta.

  Casa-de-banho pública: Local ideal para uma “rapidinha”. Pode ser no restaurante, no avião ou no bar. Lembre-se que podem estar pessoas à espera, por isso seja breve e evite sons suspeitos. Copular em wcs públicos tem outro inconveniente: um funcionário do local pode apanhá-los em flagrante, por isso, sejam discretos ao entrarem e saírem.

Massagem Sensual / Erótica

A massagem é usada há milhares de anos pelos seres humanos como forma de relaxamento, mas as delícias da massagem não são só relaxantes. Existem certos tipos de toques que são estimulantes e excitantes e podem ser usados como uma enorme fonte de prazer.

A massagem sensual, também chamada erótica ou massagem tailandesa, explora ao máximo os diferentes tipos de toque e tem papel fundamental na arte da sedução.

 

Você pode usar as mãos, o seu corpo e uma infinidade de acessórios.

Nesse tipo de massagem você não quer relaxar o seu parceiro e sim excitá-lo pois funciona como uma preliminar. Não se assuste se seu parceiro interromper a massagem no meio. Lembre-se que uma boa sessão de massagem sensual tem hora para começar, mas não para acabar. A massagem é uma poderosa troca de energia. Então, se não estiver se sentindo muito bem, deixe para fazê-la outro dia.

Vamos às dicas:

Na semana passada, falamos sobre o Banho Sensual. A massagem pode ser feita após o ritual do banho.

Leve-o para o local da massagem, pode ser o quarto ou a sala, que já deve estar preparado e previamente aquecido, para que ele não sinta uma diferença de temperatura muito grande ao sair do banheiro.

Preparação do Ambiente:

– Coloque um edredom em cima do tapete e espalhe pétalas de rosas em cima do mesmo.
– Cerque-o de almofadas para manter o clima de aconchego e coloque um travesseiro embaixo da cabeça dele para que ele possa observá-la enquanto você o massageia.
– Espalhe velas aromatizadas pelo quarto.
– O incenso deixa o ambiente bem místico, mas só deve ser usado se apreciado por vocês.
– Tenha ao lado dele, uma bandeja com frutas vermelhas e taças com uma bebida nobre.

Para essa massagem você irá montar uma cesta com os seguintes produtos:

– Óleo para massagem comestível e que aqueça;
– Gel comestível e que aqueça;
– Pluma;
– Echarpe de seda;
Vibrador com um formato de pincel de blush.
Caso você não tenha tudo não se preocupe. Você pode deixar a sua imaginação fluir.

A massagem:

Dica: Uma vez que você colocou as mãos sobre o corpo dele, não deve retirá-las para não interromper a troca de energia. Os movimentos deverão ser leves e contínuos, repetidos no mínimo 3 vezes em cada região. Sinta cada pedacinho do corpo dele.
Use apenas um robe de seda e uma calcinha amarrada na lateral.

– Deite seu amado de barriga para cima;

– Ajoelhada entre as pernas dele, coloque um pouco de óleo nas mãos, esfregue as palmas das mãos com sutileza para aquecê-las. Em seguida aproxime-as dele, sentindo o calor do seu corpo.

– Coloque as mãos sobre uma das pernas dele e faça movimentos circulares. Vá até os joelhos pela parte externa e volte passando as mãos pela parte interna.

– Segure a perna dele e coloque-a sobre sua coxa, de modo que os pés dele rocem seus seios. Continue com os carinhos em círculos na perna e na sola do pé. Leve as mãos até a virilha e volte, passando para a outra perna. Repita a operação.

– Suba as mãos para a coxa, fazendo-as deslizar até a virilha, sem tocar no pênis, e volte pela outra perna. Faça movimentos de vaivém, indo pela lateral das coxas e voltando pela parte interna, como se estivesse fazendo um “s” com as pontas dos dedos. Você também pode usar a pluma, a pena de pavão, a echarpe ou mesmo as unhas para fazer essas carícias.

– Coloque mais óleo nas mãos sempre que necessário, mas sem tirar as duas mãos do corpo dele ao mesmo tempo. Assim, suba as mãos para a virilha e comece a massagear o pênis, de baixo para cima, da base em direção à glande. Olhando para o seu amor, espalhe algumas gotas do gel excitante e solte seu hálito sobre o produto para aquecê-lo. Lamba o pênis suavemente. Você também pode espalhar o gel ao redor do umbigo dele e lamber as gotinhas.

– Sente-se sobre uma das pernas do maridão e roce a vagina na coxa dele, mas mantenha a massagem. Aproveite para dar uns beijinhos nas pernas dele também. Sem tirar as mãos, mude de perna e repita os movimentos.

– Sente-se no meio das pernas dele e repita a massagem nesses membros, mas dessas vez usando o vibrador, até mesmo no pênis. É por isso que o aparelho deve ser de um formato bem neutro.

– Se ele ainda agüentar e não quiser partir para a transa imediatamente, siga com a massagem, com os mesmos movimentos circulares, no peito e nos braços. Pingue um pouquinho de champanhe ou licor no corpo dele e lamba; faça carinhos no rosto, cabelos, aproveite para deixar que ele prove os pedacinhos de frutas. Use sua imaginação.

– Depois, sentada sobre seu amor, no melhor estilo “cavalinho”, comece a roçar a vagina no pênis dele. Olhando para seus olhos, deixe cair o robe, passe um pouco de óleo nos seios e outras partes do corpo sobre o dele. Ele não vai resistir!

Banho Sensual

Hoje vou dar dicas para um banho sensual a dois. Em um clima de sedução, você vai dar banho em seu amado, vai estimular os cinco sentidos e para isso, o preparo do ambiente é uma etapa fundamental:

– Espalhe pétalas de rosa no banheiro (em volta do banheiro, dentro da água, no caminho que leva do banheiro ao quarto). Coloque velas aromáticas e coloque um recipiente com frutas (morango, uva, kiwi), na borda da banheira e também duas taças com uma bebida nobre (pode ser vinho branco ou um espumante). Deixe a água do banho em uma temperatura agradável.

– Tire a roupa do seu parceiro bem devagar ao som da música. Use uma música tipo New Age, no estilo de Enya, Sarah Brightman, Lorena Mackenitt, ou outra cantora que vocês curtam.

– Se ele estiver usando uma camisa, abra os botões lentamente, beije seu peito e escorregue as mãos por suas costas. Em seguida tire o restante da roupa. Procure deslizar as mãos pelo corpo dele

– Tire a roupa devagar olhando-o sensualmente nos olhos durante todo o tempo e siga o ritmo da música.

– Comece o banho.

– Espalhe com as mãos a espuma por todo o corpo dele, começando pelos pés e subindo até o rosto. Quando chegar ao rosto, brinque um pouco com a fruta, passando-a na boca de seu parceiro.

– Deslize suas mãos por todo o corpo dele. Depois, com a ajuda de uma esponja macia embebida em sabonete líquido, refaça o mesmo caminho dando atenção especial ao pênis. Retire o seu amor da água e seque-o lentamente com uma toalha macia.

A partir daí, tudo pode rolar. Aproveite o clima criado e a excitação que estará no ar.

Semana que vem, ensinarei todos os truques para a massagem sensual !

Excertos poeticamente eruditos

Ode triunfal

Não penses tu proleta fodilhão
que lá por seres caralho
tens razão
nem que todas as fodas que me dês
são a fácil desforra
do tesão

Porque a cona é que sabe
do vir ou do não vir
e só no seu sorrir
é que o caralho sobe

Mas se és mal pago
não vais morrer de fomes
e se me pagas
não pagas o que comes.

Fonte: inconnu

Tipos de pilas

Tipos de pilas

 

* Primeiro e, a mais vulgar de todas, a pila talo de couve ou varicosa galega: esta pila é muito boa sensitivamente, entra como um parafuso num buraco apertado e parece que vai rodando muito devagarinho; uma pessoa sente-se a rodar com ela e, caso se tenha bebido muito antes, o mais normal é acabar na casa de banho a vomitar como se tivesse passado a noite na montanha russa. Mas, para ver, dá aquela sensação que se vai comer caldo-verde cru e passar o tempo todo a cuspir fios, como se já não bastassem os pintelhos do costume. A maior vantagem é a de ser rica em fibras. E como é de aplicação directa não tem que passar pelo processo da digestão; sendo ainda bastante agradável de administrar (algumas dietas famosas, baseiam-se na utilização deste tipo de fibra).

* Depois, temos a pila balão (confere fotos de Carla Matadinho e namorado): esta é um tipo de pila que tem que ser muito aquecida antes de fazer qualquer coisa, e ao entrar na boca faz tanta impressão como se estivéssemos no dentista; ficamos com a língua dormente, anestesiando qualquer possibilidade evolutiva. Estou em crer que foi o efeito boop causado pelo atrito destas pilas deram origem àquelas bolas de fio que tantas mulheres acham piada. Visualmente são meio ocas e tendem a perder a força rapidamente, são mais parecidas com um grande tumor, e uma pessoa fica à espera de a ver explodir a qualquer momento e desconcentra-se da coisa em si; talvez se fosse o Clooney no Serviço de Urgência em cima de uma maca a coisa ainda passasse. Ao morrer um dador de órgãos com a pila deste formato, normalmente esta é aproveitada para confeccionar uma resistente bola de râguebi; bastando para tal coser as pontas e insuflar.

* Há ainda a pila alérgica: esta é a pior das pilas para ser ver, cheia de manchas, descolorada, parece que o tipo tem uma doença incurável; não há mulher que se sinta tentada a ir com isto. Se for nossa, é gira para contar todas as manchinhas e claro está sempre associada, se possível, a um formato físico que nos permita girar à grande.

* Outro tipo de pila que existe, é a pila morcego: esta é aquela pila de olho fechado que nos ignora, há também quem a chame de pila casmurra e é sobretudo feita para a demora no broche, em que ele nos diz querida, se me conseguires abrir o olhinho com a língua dou-te tudo o que quiseres. Visualmente é um pila que não nos pisca o olho nem sorri para nós, que não fala por si e tem que fazer com que se oiça a voz do dono; decididamente esta é uma pila invisual; embora a sua capacidade de se movimentar no escuro seja bastante preciosa, se o seu utilizador for dado a brincar aos campistas com o lençol pela cabeça.

* Não me posso esquecer da pila comunista ou em foice: é certo que é muito raro existirem aqueles homens com uma erecção tão perfeita que fique tipo mastro esperando o içar da vela, mas há pilas, que em plena erecção ficam tão de ladecos, tão de ladecos, que mais valia termos o clitóris nas paredes da vulva. Esta pila é óptima para acrobacias, daquelas em que durante o acto uma pessoa começa na cama e acaba ao fundo do corredor, preferencialmente pendurada no cabide da entrada. Em termos visuais dá pouco gozo, porque para se ver bem a coisa a tendência é entortar o pescoço, bem como que esta é uma pila muito fugidia, sai-entra, sai-entra, sai-entra, e dá logo aquele ar que o tipo não pesca um boi da coisa, porque sai demasiado depressa (pois, também vivo e já fiz sexo, pelo menos uma vez de certeza).

* A seguir temos a pila joanete: esta pila digo-vos já é uma pila terapêutica; toda a mulher que tem pouca sensibilidade ou uma certa frigidez devia arranjar uma para si. Ao contrário da pila balão, os altos na glande são duros e pequenos, fazem imensa fricção em vários lados ao mesmo tempo. Pois é, é ter quatro ou cinco dedinhos bem sincronizados dentro, todos a trabalharem para o bem comum, uma espécie de hidro-pila-massagem que em vez de deitarem água para fora, puxam água de dentro. Isto é tudo muito bom, mas esta é uma pila que quando alheia se torna um pouco feia, até porque os altos tendem a tomar uma cor diferente do corpo da pila e, lá voltamos nós à pila alérgica. Suspeito porém, que este modelo serviu de base ao vício que algumas pessoas têm, e que consiste em rebentar aquelas bolinhas nos plásticos que às vezes resguardam embalagens.

* A pila socialite é a estrela de todas as pilas: à semelhança de qualquer tio da linha, tem tendência para se meter em tudo o que é sítio importante, o que convenhamos é uma coisa óptima, embora nunca fique tempo suficiente para causar qualquer efeito. Constipa-se por isso muito facilmente; andando metade do tempo com uma textura flácida e ar pingoso como um nariz de bêbado. Visualmente é uma pila que promete muito mas dá pouco.

* Temos ainda a pila trabalhadora ou rapidinha: esta, devido ao seu formato pequeno e ergonómico tem a mania que é mais que as outras. È a pila do gajo que acha que foi feito para o sexo (o tamanho não conta, o que conta é ser mexidinho) e por isso não se cansa, nunca, de mostrar trabalho. Esta pila tem o inconveniente de ser demasiado mexida e dá pouca estabilidade à coisa, sendo a sua maior desvantagem a de não crescer a olhos vistos. Como tal tem pouco impacto, quer visual quer demorado. Os detentores destas pilas costumam ter crédito especial nos stands de automóveis, já que, tal como as suas pilas, são incapazes de medirem a profundidade das estradas e por isso esbarram sempre de frente nas curvas, uma vez que pensam que elas são sempre um bocadinho mais lá à frente.

* Por fim, temos a pila sueca, baptizada assim em memória do cozinheiro do Marretas: esta é daquelas pilas sempre mole, por muito dura que esteja. Tem todas as desvantagens, grande, sem formato ou textura. Enfim, é uma pila sem vida e, se for a nossa, bem…, se for a nossa, temos que gostar muito do gajo e pedir a Blog, já que se lhe deu uma pila frouxa que pelo menos lhe tenha dado umas mãos de ouro. Característica sui generis é a de quando funciona, tal como o cozinheiro sueco manda tudo para trás

Fonte:

http://doidoevanus.blogspot.com/

Sintetiza benzinho, han? 😀

Receitas à base de (ugh!) sémen

AAAhhh… Esperma??????

É isso mesmo! Para quem achava que já havia visto de tudo, eis senão quando me deparo com esta pérola de livro de receitas à base de sémen… Sim é mesmo verdade!

Aparentemente, este é um ingrediente bastante económico (!) e prático de utilizar (!!!), não havendo qualquer inconveniente (!!!!) :D… Excepto o facto IRRELEVANTE de ser repelente… 😀 UGH!!

“(…)Semen is inexpensive to produce and is commonly available in many, if not most, homes and restaurants. Despite all of these positive qualities, semen remains neglected as a food.(…)”

Confiram:

http://www.lulu.com/content/4956212